segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Eu quero ir Jantar à Borla - Terceira Semana

Ninguém acreditava ou fazia fé, mas vamos saltar para a terceira ronda do jogo!

Depois do sucesso da primeira e da segunda semana, era impossível parar por aqui, por isso participem e divirtam-se.

As regras podem ser consultadas aqui.

Podem a partir de agora enviar as vossas propostas para o email euqueroirjantaraborla@live.com.pt até à Meia Noite do dia 6 de Junho de 2010!

Produtor Adega Mayor com os vinhos Monte Mayor e Reserva do Comendador
  • www.adegamayor.pt
  • Estes vinhos podem ser adquiridos em: ALMANCIL | Apolónia; COIMBRA | Garrafeira Caravela; FARO | Garrafeira Rui; FÁTIMA | Minimercado Eva; FIGUEIRÓ DOS VINHOS | Garrafeira Júlio; LISBOA | Wine O’clock - El corte Inglês - Deli Delux - Garrafeira Napoleão; LAGOA | LagoaSol; LAGOS | SuperEureca; PORTALEGRE | Garrafeira D. Júlio; PORTIMÃO | Minimercado Marina de Portimão; PRAIA DA LUZ | Supermercado Batista; VILA NOVA DE GAIA | El corte Inglês; PORTO | Imenso Requinte
Rótulos a Jogo:
  • Monte Mayor Tinto 2007
  • Monte Mayor Branco 2009
  • Monte Mayor Rosé 2009
  • Reserva do Comendador Tinto 2006
  • Reserva do Comendador Branco 2007
Restaurantes:

Restaurante O Comercial no Porto do Chefe e proprietário Nuno Inverneiro
Eleven em Lisboa, Chefe Joachim Korper

La Terraza do Hotel Grande Real Villa Itália em Cascais, Chefe Paulo Pinto
  • Cozinha de Autor
  • Hotel Grande Real Villa Itália
  • Rua Frei Nicolau de Oliveira, 100 2750-319 Cascais
  • +351 210 966 000
  • realvillaitalia@hoteisreal.com
  • Orçamento 50€
  • www.hoteisreal.com
  • Facebook
  • Ementa (Ementas)

Agora fico à espera das vossas propostas!

EuSouGourmet e tu?

Mais informações através do email euqueroirjantaraborla@live.com.pt

Alguns sites que poderão servir de referencia ou ajuda na vossa pesquisa:
http://www.copod3.blogspot.com/
http://joaoamesa.blogspot.com/
http://pingasnocopo.blogspot.com/
http://pingamor.blogspot.com/
http://ruifalcao.com/
http://pumadas.blogspot.com/
http://saca-a-rolha.blogspot.com/
http://www.novacritica-vinho.com/
http://www.mariajoaodealmeida.com/index.php
http://mesamarcada.blogs.sapo.pt/
http://vinhosdasemana.blogspot.com/

domingo, 30 de Maio de 2010

Resultados do Eu Quero Ir Jantar à Borla (1ª Semana)

Aqui estão os resultados da primeira semana do eu quero ir jantar à borla.

A todos os participantes que não venceram, agradeço o facto de acreditarem, e peço que não desistam pois na próxima semana a sorte poderá estar do seu lado.

HARMONIZAÇÕES VENCEDORAS:

Parabéns à Rute (A Mesa), ao Rui (Bocca) e à Rute (Tomba Lobos) que ganharam um jantar duplo, que pode ser resgatado nos próximos seis meses.

A Mesa no Porto do Chefe e proprietário Luís Américo,
  • Entrada: AVELUDADO DE PORCCINI com texturas de maçã verde - Vinho: Vinha do Alqueve Rosé
  • Prato Principal: VITELA DE COMER À COLHER sobre farrapo-velho de alheira - Vinho: Quinta do Alqueve Touriga Nacional
  • Sobremesa: FONDANT DE ABÓBORA com mousse de requeijão e amêndoas tostadas - Vinho: Quinta do Alqueve Colheita Tardia
  • Orçamento 40€ - Utilizado 31€
  • www.amesa.pt
  • Facebook

Bocca em Lisboa, Chefe Alexandre Silva e proprietário Pedro Aragão Freitas
  • Entrada: 3 Ostras do Sado - Vinho: Vinha do Alqueve Rosé
  • Prato Principal: O borrego e os figos secos - Vinho: Quinta do Alqueve Tradicional Tinto
  • Sobremesa: O tomate, as framboesas e o requeijão - Vinho: Quinta do Alqueve Colheita Tardia
  • Orçamento 50€
  • www.bocca.pt
  • Facebook

Tomba Lombos em Pedra Basta, Portalegre do Chefe e proprietário José Júlio Vintém
  • Entrada: Vieiras do Montado - Vinho: Quinta do Alqueve Chardonnay Branco
  • Prato: Queixadas de Vitela Estufadas com Vinho Tinto - Vinho: Quinta do Alqueve Tradicional Tinto
  • Sobremesa: Boleima de maçã com gelado de noz - Vinho: Quinta do Alqueve Colheita Tardia
  • Orçamento 40€ - Utilizado 32,5€
  • www.tombalobos.com
  • Facebook
Obrigado ao produtor Pinhal da Torre e seu proprietário Paulo Saturninho Cunha, aos proprietários e chefes dos restaurante Bocca, A Mesa e Tomba Lobos por aderirem à iniciativa, e aos 14.000 visitantes, principalmente aos 384 que enviaram propostas de harmonização.

E não se esqueçam amanhã há mais, e participar não custa nada!

quarta-feira, 26 de Maio de 2010

A Quinta gastronómica

OJE - Lifestyle - 2010.05.26

A Madeira é um daqueles locais que facilmente reconhecemos pelas suas qualidades turísticas, e as suas condições climatéricas tropicais transformam esta ilha num cenário predominantemente verdejante e exótico: muito colorido, com as flores a criar um aroma único e apaixonante.

O vinho da Madeira é também uma imagem de marca e ninguém lhe pode negar o seu valor, e, nos últimos tempos, podemos finalmente juntar um factor que tem evoluído positivamente: o gastronómico.

Numa das minhas visitas, saí um pouco do centro urbano do Funchal, e fui encontrar um espaço fantástico a poucos metros do Lido. Estou a falar da Quinta Casa Branca, membro da cadeia "Small Luxury Hotels of the World".

Dentro deste hotel de cinco estrelas encontrei o restaurante Casa da Quinta: um edifício dividido entre dois andares, várias salas e uma esplanada virada para a piscina e jardim e circundada por várias palmeiras, flores e plantas exóticas. Um verdadeiro regalo para os olhos.

Iniciei a minha viagem no bar do andar de cima. Decorado com vários escritos madeirenses e garrafas do néctar da terra. Após um Madeira e uns frutos secos, segui para a sala de jantar: decoração discreta, boa iluminação e mesas e cadeiras confortáveis q.b.

Aberto e provado o branco 3 Bagos Sauvignon Blanc dos Lavradores de Feitoria, dei início à degustação com um amouse: camarão enrolado em massa kadafi com chutney e um shot de ananás, citrinos e maracujá.

Comecei com a sinfonia de cogumelos selvagens, creme de alho doce e manteiga de trufa, um prato interessante muito equilibrado em que a trufa estava presente sem qualquer tipo de timidez. Começamos bem.

Segue-se um cannelloni de vieira, sapateira panada com broa de milho e emulsão de ouriço-do-mar, onde o sabor do mar estava radiante e as ondas do prazer varreram a minha boca. Estou a começar a ficar interessado neste jovem chefe.

Um pequeno limpa palato com um licor de creme de framboesas e licor de cassis, que fez o seu trabalho apesar de deixar uma pequena acidez incómoda na boca.

Abriu-se agora um Quinta de La Rosa Tinto de 2008, para acompanhar o magret de pato, com risoto de cereais, caju, uva, amendoins, alho francês, rosmaninho e espuma de amêndoa amarga não foi o meu favorito - o caju e o amendoim não casaram com a espuma e os cereais.

Chamar risoto de cereais a algo que não é risoto, também não me parece muito adequado.

Talvez tivesse elementos a mais, reduzindo uma coisa aqui outra ali, ficaria certamente mais equilibrado.

Agora chegou um Bual e um Malvasia, ambos com 10 anos, para harmonizar com um merengue de frutas e um coulant de chocolate.

Missão cumprida, as sobremesas estavam boas e os vinhos estavam adequados à parceria.

Fiquei surpreendido com este jovem chefe: Miguel Laffan. Pois no seu curriculum já tem experiências como a passagem pelo Hotel Fortaleza do Guincho (1 estrela Michelin) em Cascais, Le Clos de la Violette (2 estrelas Michelin) em Aix-en-Provence, Estalagem Casa Velha do Palheiro e o Restaurante "O Molhe", ambos na Madeira.

Penso que, nos próximos anos, vou estar atento a esta jovem estrela, pois cozinha maravilhosamente e é bastante criativo.

Certamente que o restaurante Casa Branca é uma vista obrigatória na Madeira, principalmente para quem gosta de comer bem e dos prazeres da cozinha, e não se esqueça de falar com o chefe e renda-se à sua cozinha e simpatia.

Detalhes:
Restaurante Casa da Quinta
Quinta da Casa Branca - Rua da Casa Branca,7 Funchal
W 16º 55' 38'' N 32º 38' 25''
www.hotelquintadacasabranca.com
estalagem@quintacasabranca.pt
+351 291 700 770
Horário: Aberto todos os dias das 19h às 22h
Preço Médio: €55 (3 pratos e vinho)
Tipo de Cozinha: Mediterrânico e Contemporânea de Autor
Cartões: MB, VISA, MASTERCARD, AMEX, DINNERS

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 26 de Maio de 2010

Eu quero ir Jantar à Borla - Segunda Semana

(Actualizado a 26.05.2010)
É verdade já estamos na segunda ronda do jogo!

Depois do sucesso da primeira semana, era impossível para por aqui, por isso participem e divirtam-se.

As regras podem ser consultadas aqui.

Podem a partir de agora enviar os emails com as vossas propostas até à Meia Noite do dia 29 de Maio de 2010!

Produtor Casa Agrícola Roboredo Madeira com os vinhos CARM
  • www.carm.pt
  • Estes vinhos podem ser adquiridos na Garrafeira de Campo de Ourique, nas lojas do El Corte Ingles e outras garrafeiras
Rótulos a Jogo:
  • CARM Reserva Tinto 2007
  • CARM Rosé 2009
  • CARM Branco 2009
  • CARM Tinto 2008
Restaurantes:

Cafeína no Porto do Chefe e proprietário Vasco Mourão (em actualização - menu)
Vinho Em Qualquer Circunstancia na Batalha, Chefe João Caseiro

Restaurante Panorama do Hotel Sheraton em Lisboa, Chefe Leonel Pereira
Restaurante da York House em Lisboa, Chefe Nuno Diniz
Agora fico à espera das vossas propostas!

EuSouGourmet e tu?

Mais informações através do email euqueroirjantaraborla@live.com.pt

Alguns sites que poderão servir de referencia ou ajuda na vossa pesquisa:
http://www.copod3.blogspot.com/
http://joaoamesa.blogspot.com/
http://pingasnocopo.blogspot.com/
http://pingamor.blogspot.com/
http://ruifalcao.com/
http://pumadas.blogspot.com/
http://saca-a-rolha.blogspot.com/
http://www.novacritica-vinho.com/
http://www.mariajoaodealmeida.com/index.php
http://mesamarcada.blogs.sapo.pt/
http://vinhosdasemana.blogspot.com/

O meu menu : Pelos Caminhos de Portugal

OJE - Lifestyle - 2010.05.25

Este foi um dos invernos mais rigorosos de que me lembro, frio, chuva e mais frio. Por isso, estes últimos dias, principalmente o sábado passado, foram uma cura de bom tempo.

E com o bom tempo vem a vontade de descobrir esplanadas. Por isso, a minha sugestão gastronómica tem a opção ao ar livre.

Ora vejam esta ementa: Dom yam gai - sopa tailandesa (€5,5); iscas de pato com palmier de presunto (€7,5); lascas de lombo de bacalhau em massa folhada com a sua canja (€17); tagine de borrego com marmelos e cuscus (€16,5); tarte de chocolate com molho de laranja (€6).

Deliciei-me com estas iguarias na verdejante e calma esplanada do restaurante da York House em Lisboa.

Seja dentro da sala de jantar, onde o bom gosto está patente em todos os cantos e recantos, ou rodeado pela vegetação intensa que rodeia a calçada portuguesa da esplanada, qualquer local é excelente para provar as criações gastronómicas do chefe Nuno Diniz.

É um dos locais onde a cozinha, a decoração e o ambiente vivem em harmonia e adequam-se a qualquer ocasião.

E porque locais como estes não podem deixar de ser visitados, aqui vai mais um estímulo, leve uma cópia da edição de hOJE ou o recorte deste artigo e usufrua de um desconto de 15% na factura válido até dia 1 de Junho.

E para manter a toada do Verão, calor, vegetação e muita boa disposição, saí da cidade e do continente e dirigi-me ao Funchal.

Subindo uma das colinas, passo o jardim botânico, continuo a subir e vejam a minha surpresa: Carpaccio de cherne com molho de coentros e cominhos torrados, timbale de creme fraiche (€21); foie-gras à la plancha, mil folhas de ananás, molho de chocolate e malvasia (€21); filete de bodião, juliana de verdura Thai e spretzell, espuma de alho e molho ponzu de limão (€27); souflé de maracujá com molho e sorvete do mesmo (€14).

Estou na fantástica varanda do restaurante Xôpana, integrado no belíssimo Choupana Hills Resort & SPA.

A cozinha está a cargo do Chefe Momo Abbane. Influenciado por uma vida repleta de experiências, imprime nas suas criações influências árabes, mediterrânicas e latino-americanas.

O cenário para as suas criações não poderia ser mais perfeito. Com uma vista única sobre o Funchal e a sua baía, rodeado de árvores e plantas exóticas, que só esta ilha no Atlântico consegue oferecer.

Vá, usufrua da paisagem, tenha uma excelente refeição, visite o SPA e pernoite num hotel de sonho.

E porque o OJE quer tornar esta sua visita ainda mais interessante, até ao dia 31 de Julho leve a sua cópia do OJE ou recorte deste artigo e beneficie de uma oferta extraordinária de 10% de desconto sobre o restaurante.

Para comentar este artigo ou sugerir temas contacte o autor por gourmet@live.com.pt.


Voucher

15% na factura até dia 1 de Junho
Restaurante da York House
www.yorkhouselisboa.com
Rua das Janelas Verdes, N.º 32 1200-691 Lisboa
W 9º 9'' 32'' N 38º 42' 22''
Tel. (+351) 213 962 435
Email: reservations@yorkhouselisboa.com

10% na factura até dia 15 de Julho no restaurante
Xôpana
www.choupanahills.com
Travessa do Largo da Choupana 9050-286 Funchal
W 16° 53' 13.9" 32° 40' 18.3"
Tel. (+351) 291 206 020
Email: reservations@choupanahills.com

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 25 de Maio de 2010

terça-feira, 18 de Maio de 2010

O meu menu : Pelos Caminhos de Portugal

OJE - Lifestyle - 2010.05.18

Faz uma semana que estive na convenção da APHORT e um dos temas de que mais se falava era sobre cuidados nutritivos e dieta.

Levo muito a sério esses pontos, mas quando o estômago aperta não há nada como um bom bife, por isso aqui fica a minha sugestão: Chouriço argentino (€3,5); ovos mexidos com farinheira (€4,95); queijo provoleta grelhado (€5,45); Olho de bife 350gr (€17); Bife de chouriço 350gr (€15,5); parrilhada Las Brasitas para duas pessoas (€29.95); petit gateaux (€4,95); crepe Las Brasitas (€4,95).

Mesmo no centro de Lisboa, perto das Amoreiras, enriqueço o meu corpo de proteínas no Las Brasitas do Páteo Bagatela.

Entre vaca, porco e as aves grelhadas en la parrilla (grelha em brasas de carvão), são várias as referências de qualidade, e dificilmente vai encontrar u
m bife de "chouriço" tão saboroso e tenro como nesta catedral da carne.

É um espaço onde a decoração de bom gosto, o serviço eficiente e a boa gastronomia argentina vivem em perfeita simbiose, tornando-o num local ideal para uma reunião de negócios, um encontro de amigos ou um jantar a dois.

Mais uma terça-feira, mais uma oportunidade, e, para isso, basta levar uma cópia da edição de hOJE ou o recorte deste artigo para usufruir de um desconto de 10% na factura, válido até dia 15 de Junho.

Sou uma pessoa que ao domingo gosta de pegar na família e ir almoçar em sítios descontraídos e agradáveis. Foi numa destas procuras que me deparei com este conjunto de saborosas tapas.

Frias (€8): salada César, carpaccio de novilho com lâminas de parmesão, escabeche de pintada sobre torricado, empada de rabo de boi com salada; Quentes (€12): fideua com aioli e camarão salteado, camarões grelhados com molho de limão, pataniscas de bacalhau, alheira de caça frita; sobremesas (€6): arroz doce, pastelinhos de baunilha; tarte tatin.

Estas são algumas das muitas opções do menu do La T
erraza restaurante, no luxuoso mas descontraído hotel Grande Real Villa Itália, em Cascais.

Virado para o mar e sentando numa varanda com uma vista
de cortar a respiração, optei por um conjunto variado de tapas, partilhando com o resto dos convivas, e por pouco mais de €20 por pessoa, tive uma refeição completa e saborosa.

O hotel é um vislumbre à vista, moderno, bonito
e sofisticado. É um local perfeito para relaxar, seja na piscina, no fantástico SPA ou ainda, quem sabe, numa das suites Wellness.

E porque o OJE quer tornar esta sua visita ainda mais interessante, até ao dia 15 de Julho leve a sua cópia do OJE ou recorte deste artigo e usufrua de uma oferta extraordinária de 10% de desconto sobre alojamento, restaurante e Spa.

Para comentar este artigo ou sugerir temas contacte o autor por gourmet@live.com.pt.

Voucher
10% na factura até dia 15 de Junho
Las Brasitas - Páteo Bagatela
Rua Artilharia Um 51, Loja L 1250-038 Lisboa
W 9º 9'' 18'' N 38º 43' 26''
Tel. (+351) 213 862 670
Email: docas@moiagest.com

10% na factura até dia 15 de Junho no alojamento, restaurante e Spa
La Terraza
www.hoteisreal.com
Rua Frei Nicolau de Oliveira, 100 2750-319 Cascais
W 9º 25' 25.4'' N 38º 41' 28.7''
Tel. (+351) 210 966 000
Email: realvillaitalia@hoteisreal.com

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 18 de Maio de 2010

segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Novidades gastronómicas

OJE - Lifestyle - 2010.05.17

Este é um ano que deve ser visto com muita atenção, pois a palavra crise deixou de ser moda para passar a ser quotidiano.

Frequentemente vemos as empresas a fechar, desempregados a marchar em frente a edifícios patronais e governamentais, impostos a aumentar.

A tragédia é de tal forma que nem a mãe natureza ajuda, pois o vulcão islandês ainda não se fartou de roncar e os céus da Europa ficam intransitáveis.

Curioso é que toda esta leitura da crise parece estar a passar ao lado do sector da restauração. Ora vejamos, ainda só passaram quatro meses desde o início do ano e a troca de cadeiras dos chefes está uma verdadeira loucura.

Aimé Barroyer, o famoso chefe francês, abandona o Pestana Palace e o restaurante Valle Flor, muda-se para Cascais. Aqui prepara a abertura do Hotel de Oitavos da Quinta da Marinha e o seu novo restaurante.

Vítor Claro seguiu a mesma rota, e partiu da Herdade da Malhadinha Nova, com as suas penetrantes paisagens alentejanas, rumo ao mar, assentando arraiais no Hotel Albatroz.

Rui Paula abre um novo restaurante no Porto, o DOP.

Luís Américo abre o seu primeiro restaurante próprio, oferecendo no Mesa uma carta criativa e gustativa. Ricardo Costa larga a Casa da Calçada e a sua recente estrela Michelin, e prepara-se para abrir o Hotel da Taylors, o The Yeatman.

O jovem Rodrigo Garret troca o Buhle por novas ambições, passando este restaurante a contar com a cozinha do Chefe Carlos Duran Herrera.

Henrique Mouro prepara-se para abrir, nas próximas semanas, o seu novo restaurante. Assinatura foi o nome escolhido, e todos os dias anuncia, via Facebook, a evolução das obras. Uma forma interessante de publicitar e criar afinidades ao seu novo filho.

Quanto às novidades, no que respeita a aberturas, são tantas que vai ser difícil listar todas, mas como nada é impossível aqui vai uma pequena amostra.

O Chefe Miguel Castro Silva, depois de assinar a carta da genial tasca gourmet: De Castro Elias, na Elias Garcia 190, em Lisboa, voltou a surpreender os alfacinhas agora com um novo projecto: O Largo.

A decoração de Miguel Câncio Martins é uma caixa de surpresas onde os magníficos aquários com medusas com policromia na iluminação, criam um efeito fantástico nos seus residentes.

A traça do edifício mantém-se inalterável, evidenciando os bonitos claustros, que vivem em harmonia com uma decoração moderna.

A moda também chega à restauração. Vem pela mão da estilista Fátima Lopes, que recentemente inaugurou, também no Chiado, um espaço moderno e urbano.

Muito à imagem da sua personalidade, trabalhou todos os elementos no sentido estético: desde a decoração do espaço à linha das fardas, sem esquecer os pratos e copos, criou um ambiente muito chic e urbano.

A gastronomia está a cargo do jovem chefe João Simões, que troca o Hotel Altis de Belém pelo seu primeiro projecto a solo. A sua mestria na confecção já lhe trouxe prémios, como ser campeão do mundo júnior da alta cozinha na Nova Zelândia.

No Bairro Alto, a Associação Nacional de Farmácias abre a porta do A Ver Navios, e deixa de ser exclusivo para os farmacêuticos a fantástica vista sobre o Tejo e a margem que o Miradouro de Santa Catarina oferece. Aqui podemos deliciar-nos com a cozinha do Chefe Pedro Duarte que, discreta e elegante, se afirma pelo sabor. Outro ponto interessante é a carta de vinhos e os seus preços bastante apelativos.

O Chefe Paulo Morais, incansável nos seus projectos de cozinha asiática, abre um novo restaurante entre São Bento e o Príncipe Real, o UMAI. Decorado de forma ligeira e descontraída, aponta todos os seus atributos na forma eficaz do serviço e a excelência da melhor cozinha asiática de Portugal.

O problema é arranjar mesa ao fim-de-semana, mas, se ligarmos cedo, pode ser que a sorte nos acompanhe.

Já no Algarve a surpresa reside no restaurante do clube de golfe de Monte Rei. Jaime Perez é o chefe que assina a carta do fantástico Vistas.

Discípulo e protegido do mais famoso chefe do mundo Ferran Adriá, mudou-se para o Algarve e deslumbra o palato dos mais variados comensais com as suas criativas produções gastronómicas. O espaço, decorado de forma clássica e bonita, tem uma vista verdadeiramente fantástica, ideal para um jantar romântico numa noite amena.

Dispensando apresentações, pois a sua cozinha fala mais alto que a sua voz, o Chefe Rui Paula duplicou os seus restaurantes ao abrir um novo espaço no centro histórico do Porto. O DOP é um pouco a imagem do seu irmão DOC em Armamar, cozinha regional contemporânea de sabor e mestria.

Produtos sempre frescos e, para o provar, tem uma zona de show cooking para mostrar e ensinar os seus segredos gastronómicos.

A decoração moderna, com linhas simples onde o branco e o castanho claro imperam, cria um ambiente fantástico num espaço onde o cabrito é de sonho!

O texto vai ter de terminar por aqui. Os espaços novos não, porque esses são muito mais que as linhas permitidas neste artigo. Fico convencido de que a crise não passa por este sector, pois a qualidade aumenta, a variedade é cada vez maior e, acima de tudo, a procura da excelência é cada vez mais popular.

Portugal e os seus comensais estão mais exigentes e o mercado é um espelho dessa procura.

RESTAURANTES NOVOS

Largo
Rua Serpa Pinto, 10A Lisboa (junto ao teatro São Carlos)
Tel: +351 213 477 225 / info@largo.pt
www.largo.pt







Unique de Fátima Lopes
Largo do Picadeiro, 8-B Chiado, Lisboa (junto ao teatro Mário Viegas)
Tel: +351 213 460 000 /reservas@chiadounique.com
www.chiadounique.com






A Ver Navios
Rua Marechal Saldanha,1 Lisboa
Tel: +351 213 400 600
www.avernavios.com.pt








Umai
Rua Cruz de Poiais, n.º 89 Lisboa (Miradouro Santa Catarina)
Tel: +351 213 958 057 - 919 858 680 / umairestaurante@gmail.com
restauranteumai.blogspot.com

Vistas
Monte Rei golf Club - Sitio do Pocinho – Vila Nova de Cacela
Tel: +351 281 950 950 / info@monterei.com
www.monterei.com




DOP
Palácio das Artes - Largo de S. Domingos, 18 Porto
Tel: +351 22 20 14 313 – 910 014 041 / dop@ruipaula.com
www.ruipaula.com


Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 17 de Maio de 2010

sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Eu quero ir Jantar à Borla

Um pouco atrasado é certo, mas aqui vão as regras tão esperadas!

O Jogo
Este jogo consiste em, semanalmente, apresentar a concurso um produtor de vinhos e a sua gama, bem como três a cinco restaurantes de Portugal.

Os participantes escolhem um dos restaurantes entre os que lhes são apresentados, e da ementa desse restaurante escolhem uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Em seguida, têm de apresentar uma sugestão de harmonização da lista dos vinhos do produtor para cada um dos pratos escolhidos.

As propostas serão todas analisadas pelo gestor do “EuSouGourmet”, pelo produtor de vinho e pelo restaurante participantes, e a que tiver mais pontos ganha um jantar para duas pessoas.

O jantar será oferecido pelo restaurante e os vinhos pelo produtor, e o menu será exactamente a proposta de harmonização com a qual concorreu e venceu.

As Regras
Após a divulgação dos restaurantes e do produtor, os participantes terão de enviar um correio electrónico com o assunto “Eu Quero ir Jantar à Borla no [nome do restaurante]“ (ex: Eu Quero ir Jantar à Borla ao Panorama), e com a proposta de harmonização (Entrada -> Proposta de prato -> Proposta de Vinho, ...), até à data final do concurso (7 dias após a data de lançamento), para euqueroirjantaraborla@live.com.pt.

As propostas, conforme vão dando entrada, serão acumuladas numa folha geral por ordem de chegada, para posteriormente serem analisadas.
Todas as propostas que estejam incorrectas ou incompletas não serão contabilizadas, por exemplo, harmonizações incompletas, vinhos ou pratos inexistentes, ausência de identificação do concorrente ou restaurante, plafond excedido. No caso de existirem propostas de harmonização repetidas, será apenas analisada a que entrou em primeiro lugar.

Em casos particulares, em que o produtor não tenha nenhum vinho que se adeque a um dos pratos previstos no jogo: entrada, prato principal e sobremesa, será incluída uma nova harmonização para uma entrada ou um prato principal. Fica a cargo do restaurante, por proposta do produtor, optar pela mais adequada.

Cada harmonização das propostas irá ser pontuada de 1 a 10, por cada um dos três avaliadores, acumulando um máximo de 90 pontos (10+10+10 x 3 avaliadores [3 harmonizações, multiplicadas pelos 3 avaliadores: EuSouGourmet/Produtor/Restaurante]). Em caso de empate entre propostas diferentes, ganha a que entrou em primeiro lugar na caixa de correio.

Resultados
Depois de analisadas as propostas e apurados os resultados, no prazo máximo de uma semana após o encerramento do concurso, será enviado um correio electrónico para o vencedor para o felicitar, e também para agendar o jantar.

Depois de contactado o vencedor, os resultados serão apresentados no blogue “EuSouGourmet “, e as harmonizações vencedoras estarão disponíveis para consulta numa coluna especial para todos os interessados.

Podem a partir de agora enviar os emails com as vossas propostas até à Meia Noite dia 19 de Maio de 2010!

Produtor Pinhal da Torre com os vinhos da Quinta de São João e Quinta do AlqueveRótulos a Jogo:
  • Vinha do Alqueve Rosé
  • Quinta do Alqueve Fernão Pires Branco
  • Quinta do Alqueve Chardonnay Branco
  • Quinta do Alqueve Tradicional Tinto
  • Quinta do Alqueve Touriga Nacional
  • Quinta do Alqueve Colheita Tardia
  • Quinta de São João Tinto
Restaurantes:

A Mesa no Porto do Chefe e proprietário Luís Américo,
  • Cozinha de Autor
  • Rua D. Domingos Pinho Brandão n.º 75
  • 4º andar, Nevogilde 4150-280 Porto
  • +351 22 616 92 55
  • hospitalidade@amesa.pt
  • Orçamento 40€
  • www.amesa.pt
  • Facebook
  • Ementa (Ementas)

Bocca em Lisboa, Chefe Alexandre Silva e proprietário Pedro Aragão Freitas

Tomba Lombos em Pedra Basta, Portalegre do Chefe e proprietário José Júlio Vintém
Agora fico à espera das vossas propostas!

EuSouGourmet e tu?

Mais informações através do email euqueroirjantaraborla@live.com.pt

Alguns sites que poderão servir de referencia ou ajuda na vossa pesquisa:
http://www.copod3.blogspot.com/
http://joaoamesa.blogspot.com/
http://pingasnocopo.blogspot.com/
http://pingamor.blogspot.com/
http://ruifalcao.com/
http://pumadas.blogspot.com/
http://saca-a-rolha.blogspot.com/
http://www.novacritica-vinho.com/
http://www.mariajoaodealmeida.com/index.php
http://mesamarcada.blogs.sapo.pt/

quarta-feira, 12 de Maio de 2010

O japonês no Porto

OJE - Lifestyle - 2010.05.12

Fotografia Fernando Guerra

Pensar que uma garagem num sub-piso do Hotel Porto Palácio se podia transformar num restaurante de referência, é quase impensável, mas aconteceu e chama-se GóShò!

A arquitectura do espaço, desenvolvida pelo japonês Haruo Morishima em parceria com a NC-arquitectos, é uma verdadeira caixa de surpresas. As salas privadas, os balcões de preparação de sushi, o balcão com a mesa de teppan envolvidos por um ambiente marcado pelas cortinas metálicas, criando um ambiente exótico e oriental.

Foi de tal forma que a prestigiada revista YearBook Arquitectura em Portugal da Workmedia não se escusou de fazer um artigo, destacando a forma criativa e arrojada que este projecto gastronómico estabeleceu com a sua arquitectura.

O projecto gastronómico conta com a consultadoria do chefe Paulo Morais para a cozinha e do Sommelier Manuel Moreira, garantindo de forma consistente, a este restaurante de cozinha asiática, o selo de qualidade.

Não consigo deixar de notar que era uma segunda-feira e o restaurante apresentava um número muito razoável de mesas cheias, as idades eram uma viagem que se iniciava nos pós-25 de Abril até à aprovação da constituição de 1933, mostrando que os restaurantes apetecíveis são para todas as idades. Dei início à viagem ao oriente, começando a minha degustação com o Ebi no Haru Maki, que são uns mini crepes Primavera com camarão e legumes (3 unidades), com um molho agridoce: fazem uma boa combinação, apesar de achar que o aviso de que eram ligeiramente picantes teria sido importante.

Seguiu-se o Yaki Hotategai, uma espetada de vieiras grelhada com ar de Eucalipto (2 unidades). Elegantemente chapeadas e depois envoltas num molho em espuma com aromas de eucalipto, uma experiência de mar terminando com uma boca muito fresca.

Sinto-me quase como a falar de vinhos, mas não vejo outra forma de explicar as sensações.
O House maki, rolo de arroz com caranguejo gigante do Alasca, rebentos de ervas, tobikko e maionese, era desinteressante e não activava nenhum ingrediente, no entanto não era desagradável.

O Sashimi Góshò, constituído por cinco fatias de pregado com um molho de azeite e alho, ligeiramente braseado, estava bom mas, no entanto, sentia-se um pouco do sabor chamuscado dado pelo maçarico.

Nos principais, optei pelo Ebi to kai, marisco do dia grelhado com sal de citrinos: neste dia era o camarão tigre, sabor e textura excelente; gostaria, porém, que a cabeça estivesse um pouco menos crua.

A Gyoza, raviolli de frango com molho citrinos (5 unidades), foi o grande vencedor da noite: agradável na boca, e o sabor perdurava agradável no palato durante bastante tempo.

Um pouco desiludido com o Yasai, legumes do dia na chapa, porque algumas peças vinham um pouco queimadas.

Terminei com a ménage à trois de chocolate, que era constituída por uma mousse de chocolate negro, financier de chocolate de leite e gelado de chocolate branco com wasabi.

Gostei, apesar de a inclusão da mostarda wasabi no gelado ser um pouco estranha, mas depois da terceira colherada fica mais agradável. Acompanhei a refeição com o rosé da casa, copo €4 e garrafa €18. A bom preço e agradável na boca, foi uma boa companhia a toda a refeição.

Ainda há menus especiais e combinados, desde sushi, sashimi a quentes, e os preços variam entre €8 no sushi vegetariano até aos €50 do menu de degustação. Está preparado para todos os gostos e carteiras. De uma forma geral, gostei do espaço e recomendo. No entanto, gostaria de ver uma carta nova, pois parece-me que esta já está a precisar de reforma.

O serviço foi sempre bom, substituindo todas as minhas exigências por uma opção válida e adequada.

Um espaço agradável, bonito, em que a cozinha é boa. Entretanto fico à espera de novidades.

Detalhes
Restaurante Góshò
Avenida da Boavista 1277 piso -1 4100-130 Porto
W 8º 38' 19,6'' N 41º 9' 33,9''
www.gosho.pt
geral@gosho.pt
+351 226 086 708
Horário: Encerra ao domingo. Aberto das 12h às 15h e das 19h30 às 23h30 (01h de quinta a sábado)
Preço Médio: €30
Tipo de Cozinha: Asiática
Cartões: MB, VISA
Notas: Parque do Hotel Porto Palácio

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 12 de Maio de 2010

terça-feira, 11 de Maio de 2010

O meu menu: Pelos caminhos de Portugal

OJE - Lifestyle - 2010.05.11

E porque esta semana estou a trabalhar pela Invicta, andei à procura dos restaurantes onde pudesse juntar o útil ao agradável: uma boa refeição a acompanhar a minha reunião.

De facto, o Porto tem vários cantos e recantos interessantes e, no meio dessa procura, dei de caras com este menu de almoço para executivos: Salada de mexilhão com azeite ou Creme de espinafres com ravioli de pato; Lombo de carapau do alto mar com molho verde ou Bifinhos de peru com molho de pimentas; Salada de fruta à Infante Sagres ou Parfait de amêndoa com molho de baunilha; café ou chá (€18).

Situado no centro histórico do Porto, na zona das artes e dos bares da moda, encontrei o Hotel Infante Sagres e no seu interior o restaurante Boca do Lobo.

É um boutique hotel que imprime todo o seu charme em todas as salas, quartos, bar e, claro, no fantástico restaurante.

A cozinha tem como chefe consultor o estrelado Albano Lourenço e o Chefe João Mendes, que além desta fantástica ementa para o almoço, têm uma mais criativa e extensa para o jantar.

Sente-se, descontraia e deixe-se levar pelos encantos gastronómicos na Boca do Lobo.

E porque é terça-feira, e neste dia gostamos de ajudá-lo a reduzir a despesa, aproveite o nosso voucher, e para isso basta levar uma cópia da edição de hOJE ou o recorte deste artigo e usufrua de um desconto de 10% na factura, válido até dia 15 de Junho.

Há locais que merecem ser visitados, não só pela sua comida e bebida, mas também pela experiência de conhecer algo completamente novo.

Para muitos, uma referência vínica do centro, para mim é uma viagem em que o prazer é multiplicado pelo número de quilómetros que percorremos até ao destino.

Não acredita? Então veja este menu: Copita, salpicão, paiola ou painho de Barrancos - porco preto (€4,5); cogumelos recheados com farinheira (€5); bacalhau em todas as circunstâncias - pergunte-nos como? (€12); chuleton para duas pessoas (vitela, acém redondo com osso) (€24); Soufflé de chocolate com bola de gelado (€3,5) e muito vinho para acompanhar.

Está na Batalha e chama-se Vinho em qualquer circunstância, e faz jus ao nome.
São dois pisos divididos por bom gosto, e claro, umas escadas que os ligam.

O de baixo desmultiplica-se entre um lounge com cadeiras e sofás, um bar, e uma zona de degustação; a decoração, como não poderia deixar de ser, está repleta de garrafas dos melhores néctares e alguns utensílios ligados à enófilia.

O piso superior é um local de sonho e de deslumbre, reservado para o clube dos enófilos. Podemos encontrar, atrás dos armários climatizados, centenas dos melhores produtos de Baco nacionais e internacionais.

Mais do que uma refeição, mais do que uma viagem, é uma experiência e uma recordação.
Até ao dia 15 de Julho não se esqueça de viajar com a sua cópia do OJE ou recorte deste artigo e usufrua de uma oferta extraordinária de 15% de desconto sobre a factura final do restaurante (bebidas não incluídas e não aplicável sobre Menus Especiais).

Para comentar este artigo ou sugerir temas contacte o autor por gourmet@live.com.pt.


Voucher
10% na factura até dia 15 de Junho
Restaurante Boca do Lobo
www.hotelinfantesagres.pt
Hotel Infante Sagres - Praça D. Filipa de Lencastre, 62 4050-259 Porto
W 8º 36' 46'' N 41º 8' 52''
Tel. (+351) 223 398 500
Email: bookings@hotelinfantesagres.pt

10% na factura até dia 15 de Julho
(bebidas não incluídas e não aplicável sobre Menus Especiais)
Vinho em Qualquer Circunstância
www.circunstancia.com.pt
Estrada de Fátima, 15 2440-901 Batalha
W 8º 45' 23'' N 39º 38' 31''
Tel. (+351) 244 768 777
Email: geral@circunstancia.com.pt

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 11 de Maio de 2010

Vinhos portugueses brilham em Palermo

OJE - Lifestyle - 2010.05.10

Fotografias por Giuseppe Napoli

Adega de Pegões Alicante Bouschet 2008 Setúbal, Porto Andresen 40 anos, Casal da Coelheira Rosé 2009 Tejo, DFE Signature 2007 Douro e DJ Encostas de Estremoz Reserva 2007 Alentejo foram os néctares lusos distinguidos com as Grandes Medalhas de Ouro no Concours Mondial de Bruxelles, no passado dia 3 de Maio.

Um evento que decorreu na cidade de Palermo, em Itália.

Sendo um dos mais prestigiantes concursos de vinhos do mundo, os seus resultados e os do International Wine Challenge são dos momentos mais aguardados pelos produtores todos os anos.

Este tipo de concursos e as suas distinções abrem várias portas para os mercados internacionais, sendo o seu crescimento a nível de participantes cada vez mais abrangente.

Este ano estiveram em prova 6.964 vinhos, provenientes de mais de 49 países, e 274 jurados distribuídos por mais de 40 países.

Portugal este ano contou com o extraordinário número de 439 participantes, arrecadando mais de 177 medalhas que se dividem em cinco grandes medalhas de ouro, 65 medalhas de ouro e 107 medalhas de prata.

Não menos importantes foram os 18 membros do júri que viajaram de Portugal para Itália, para fazerem parte do painel que avaliou os milhares de vinhos à prova. Jornalistas como a Maria João Almeida, João Paulo Martins, Aníbal Coutinho, Rui Falcão, ou enólogos como o Rui Reguinga, Jaime Quendera, David Baverstock, entre outros, estiveram presentes nos dias de prova, cabendo-lhes a árdua tarefa de provar, degustar e avaliar.

França foi o país que recebeu mais medalhas - 606, tendo apresentado para avaliação mais de 2.200 vinhos.

A Espanha, com 1.394 vinhos, levou para casa 378 medalhas; e a Itália, dos seus 949, viu 228 a serem premiados. Comparando o número de participantes ao número de medalhas recebidas, Portugal distinguiu-se pela positiva, pois arrecadou muito mais medalhas que os três países com maior número de participantes.

Nuno Falcão, enólogo do Casal da Coelheira, não esconde o seu contentamento: "É sempre bom ver os nossos vinhos medalhados por um júri de tão alto gabarito. Esta é uma forma de reconhecer o trabalho que a nossa equipa tem feito na evolução dos nossos vinhos, bem como um alento para continuar a progredir".

Já Jaime Quendera, enólogo da Casa Ermelinda Freitas e da Adega de Pegões, diz: "É muito importante voltar a receber uma grande medalha de Ouro pois, fazendo parte do júri, eu conheço bem a dificuldade que há em receber tal mérito. Mas acima de tudo, o que para mim é importante, é a constância dos galardões ano após ano, reconhecendo o trabalho efectuado pelas duas casas."

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 10 de Maio de 2010

domingo, 9 de Maio de 2010

Eu quero ir Jantar à Borla

É domingo e faltam apenas algumas horas para eu desvendar as regras do Jogo para poderes ganhar um jantar para duas pessoas!

A pergunta que fazem é qual é o produtor?

A resposta é simples: Pinhal da Torre, com os vinhos da Quinta de São João e Quinta do Alqueve - www.pinhaldatorre.com.

A outra pergunta é, quais são os restaurantes?

  • A Mesa no Porto do Chefe e proprietário Luís Américo - www.amesa.pt;
  • O Bocca em Lisboa, Chefe Alexandre Silva e proprietário Pedro Aragão Freitas - www.bocca.pt;
  • O Tomba Lombos em Pedra Basta, Portalegre do Chefe e proprietário José Júlio Vintém - www.tombalobos.com.
Amanhã desvendo as regras do jogo! E como não custa nada participar, pois basta um correio electrónico, um pouco de escrita e alguma criatividade! Com a receita certa podes ganhar um dos 3 jantares que vou oferecer todas as semanas nos melhores restaurantes de Portugal.

Entretanto podes estudar as ementas e os vinhos destes pois são os primeiros de uma série ilimitada de jantares.

EuSouGourmet e tu?

Mais informações através do email euqueroirjantaraborla@live.com.pt

quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Queres jantar à borla

E porque hoje é quinta-feira, e faltam apenas quatro dias para poderes ganhar um jantar para duas pessoas, vou desvendar mais uns segredos deste Jogo!

Para começar o produtor de vinhos escolhido para acompanhar o repasto vem do Ribatejo e tem a sua adega em Alpiarça.

Os três primeiros restaurantes dividem-se por Lisboa, Porto e Portalegre, e o orçamentos varia entre €40 e €50. E estou a falar apenas de entrada, prato principal e sobremesa.

Porreiro pá!

E não custa nada participar, basta um correio electrónico, um pouco de escrita, e alguma criatividade, e com a receita certa podes ganhar um dos 3 jantares que vou oferecer todas as semanas nos melhores restaurantes de Portugal.

EuSouGourmet e tu?

Mais informações através do email euqueroirjantaraborla@live.com.pt

Post sobre o tema

"A Ver Navios" já abriu

Localizado no miradouro de Santa Catarina, este espaço permite desfrutar de uma vista única sobre o rio Tejo e a zona histórica da cidade que, conjugada com a decoração interior e a envolvente beleza natural do seu jardim, garantem uma experiência tranquila.

A cozinha está a cargo do Chefe Pedro Duarte, que afirma a sua confecção com pratos de autor, que se complementam, com uma garrafeira de selecção.

Impera ainda a arte de bem servir como um dos ex-líbris do espaço, pensado ao pormenor para garantir uma excepcional experiência gastronómica.

Paulo Soares, responsável pelo A Ver Navios, explica “Estamos no coração de Lisboa, temos uma vista arrebatadora, uma carta que é uma obra-prima e uma garrafeira que surpreende os mais exigentes”

O Restaurante A Ver Navios dispõe de estacionamento privativo, e está aberto de segunda a sábado, das 12h30 às 15h00 e das 19h30 às 22h00. As reservas poderão ser efectuadas através dos números 21 340 06 99 / 915236799.

Fonte: PURE ativism

Unique de Fátima Lopes já abriu

A estilista Fátima Lopes inaugurou o Chiado Unique, um restaurante-bar onde a moda, a música e a cozinha portuguesa se fundem num ambiente elegante e cheio de glamour.

Neste espaço, onde o preto e o branco são os tons por excelência, as porcelanas, as cutelarias, os cristais e o vestuário de cada colaborador foram cuidadosamente desenhados pela estilista.

A cozinha portuguesa encontra-se a cargo de João Simões, o jovem chef que conta já com vários prémios internacionais, entre eles o de campeão mundial, no campeonato júnior de alta cozinha na Nova Zelândia, em 2006.

Já trabalhou no Ritz, no restaurante Bica do Sapato, no Hotel Altis Belém e ainda no Hotel Four Seasons Resort Provence, em França.

Largo do Picadeiro, 8-B Chiado / Lisboa (junto ao teatro Mário Viegas)
Tel: 213460000 / Email: reservas@chiadounique.com
www.chiadounique.com (apenas disponível após sábado)

quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Festival Gastronómico no Alentejo

OJE - Lifestyle - 2010.05.05

Teve início em Évora, na passada segunda-feira dia 3 de Maio, a primeira edição do Alentejo Gastronomias Mediterrânicas – Festival Internacional.

Este evento, que tem como principal missão a valorização turística do Alentejo, irá durar até ao fim da semana, terminando no domingo dia 9.

A organização está a cargo do Turismo do Alentejo, ERT, em parceria com o Turismo de Portugal, I.P. e a Confraria Gastronómica do Alentejo, contando ainda com o apoio da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana e da Câmara Municipal de Évora, sendo a produção realizada pela Essência do Vinho.

Este festival tem como missão factores generalistas, como valorizar a gastronomia e potenciar os produtos tradicionais da dieta alimentar do Mediterrâneo, bem como enquadrar a riqueza gastronómica e cultural do Mediterrâneo na região do Alentejo.

Outros pontos mais específicos para a região do Alentejo também serão abordados, como por exemplo: afirmar o Alentejo como grande destino de turismo de gastronomia e vinhos; reforço do trabalho desenvolvido para a melhoria do produto gastronomia e vinhos no Alentejo, em articulação com os agentes do sector; o Alentejo enquanto região propulsora da gastronomia mediterrânica.

Para se realizarem todos estes objectivos foi apresentado um programa muito arrojado e diversificado, não só nas acções propostas como no público-alvo. O primeiro foi reservado para a Conferência Internacional “Gastronomia Mediterrânica: um tesouro de gerações”, que além de ter tido salas cheias, revelando-se um sucesso, contou com as presenças do Ministro da Agriculta, o Secretário de Estado do Turismo, o Presidente do Turismo de Portugal, o Presidente do Turismo do Alentejo e o Presidente da Câmara Municipal de Évora.

Os dias 5,6,7 serão preenchidos por alguns workshops e conversas temáticas, onde se destaca o workshop em que o tema é “Dieta Mediterrânica e Gastronomia do Alentejo”, e a sua realização está marcada para terça-feira, dia 4, no auditório da CCDRA às 10h.

Durante os dias 7 e 8 de Maio, no jardim público de Évora, poderá assistir das 17h às 23h aos show cookings dos chefes Ljubomir Stanisic, Benoît Sinthon, Hernâni Ermida, Pedro Lemos e outros; às cozinhas com degustação dos chefes Augusto Gemelli, Vítor Sobral, José Júlio Vintém, Albano Lourenço, Álvaro Costa, Luís Américo, Leonel Pereira entre outros; e finalmente às aulas de culinária, também elas realizadas por diversos chefes.

Ainda entre os dias 5 e 9 de Maio poderá ir a um dos 40 restaurantes que aderiram à Semana das Comidas do Azeite, e criaram pratos à base de azeite, celebrando uma das bandeiras do país e da região.

A admissão é gratuita para quase todos os eventos, excluindo-se a Festa das Gastronomias Mediterrânicas e Cozinha com Degustação - €3, e os Jantares com os Chefes cujo preço é fixado pelos hotéis onde se realizaram os repastos.

Para mais informações e programa detalhado consulte o site www.alentejodasgastronomiasmediterranicas.com

Jantares com os Chefes
5 de Maio | chefe Augusto Gemelli | Pousada dos Lóios | Évora | 20h30
Reservas: Nuno Guégués
Largo Conde Vila Flor 7000-804 Évora
T. +351 266 707 248 | F. +351 266 730 070
recepcao.loios@pousadas.pt | www.pousada-dos-loios.com

6 de Maio | chefe Vítor Claro | Hotel D. Fernando | Évora | 20h30
Reservas: Fátima Vicente
Avenida Dr. Barahona, 2 7000-150 Évora
T. +351 266 737 990 | F. +351 266 737 999
hoteldomfernando@grupofbarata.com | www.grupofbarata.com

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 5 de Maio de 2010

Supresa só para quem não conhece

"Lisboa 2010: la sorpresa de Panorama"

O veterano e conceituado gastronomo Carlos Maribona escreveu uma referencia à cozinha nacional que não pode passar ao lado.

Depois da visita ao Panorama do Sheraton de Lisboa, restaurante liderado pelo Chefe Leonel Pereira, a sua opinião mudou radicalmente.

Leiam e deliciem-se com o resumo sobre a cozinha nacional.

terça-feira, 4 de Maio de 2010

O meu menu: Pelos caminhos de Portugal

OJE - Lifestyle - 2010.05.04

Andei novamente em demanda de um local onde se coma bem, seja agradável, com um preço atractivo, e que seja simpático não só para um almoço casual, como também para uma reunião de negócios.

Parece que há muitos, mas na realidade é uma procura difícil.

Porque quem procura sempre alcança e aqui vai uma proposta diferente: todos os dias ao almoço há um prato de carne e outro de peixe (€6.90), hoje e porque é terça a recomendação vai para os filetes de perca com escabeche e bolinho de milho, amanhã, quarta a opção recai sobre as almôndegas com esmagada de batata e espinafres. Quinta, pataniscas de alheira com arroz de feijão, e finalmente na sexta o lombo de porco com migas de tomate e couve portuguesa. Para terminar um doce: crepe de chocolate com gelado de lima (€2,90).

Estou sentado à mesa num dos restaurantes mais bonitos de Lisboa: O Sommer!

A decoração é elegante e moderna, onde a cor da laranja cria harmonia com o castanho e um conjunto de detalhes deliciosos.

O serviço é simpático e eficaz ficando a cargo da proprietária Sarah Pinto Basto e na cozinha fica a outra face do casal proprietário o Chefe Pedro Sommer.

Juntos criaram um projecto gastronómico, onde a cozinha é boa, contemporânea e cheia de sabor. Para a noite a carta é diferente e também ela repleta de surpresas, onde se incluem os Petit Sommer’s, um conjunto de petiscos que vão desde os €2,30 aos €6,30 para assim tornar a sua experiencia gastronómica mais interessante, diversificada e económica.

Aqui pode trazer os seus parceiros de negócio, ter uma refeição agradável, fechar um contrato milionário e sair com um largo sorriso na cara.

Como já vem sendo tradição, todas as terças-feiras para reduzir a sua despesa e aumentar a sua vontade, as nossas recomendações vêm acompanhadas de um voucher: para isso basta levar uma cópia da edição de hOJE ou o recorte deste artigo e usufrua de um desconto de 10% na factura válido até dia 31 de Maio.

Do centro da capital rumo até a um dos cantos de Portugal, e antes de chegar a Caminha descobri que as famosas receitas da Felisbela Meira ainda são seguidas, tendo em conta os critérios de confecção que tanta fama lhe trouxe.
Ora vejam este menu: caldo de santola (€6); amêijoas à bulhão pato (€8); bacalhau dourado à Belinha Meira (€10); perna de frango do campo ladeada com alheira de caça (€9); anho assado e recheado à Serra d’Arga (€16); tarte de amêndoa (€5).

O restaurante chama-se Dona Belinha, e está integrado no Hotel Meira em Vila Praia de Âncora.

A cozinha agora a cargo do Chefe Manuel Gonçalves, reproduz a identidade da confecção da Belinha, como também apresenta novos pratos fruto da sua criatividade, técnica e conhecimento.

A sala espaçosa e bem decorada, é convidativa e cómoda, fazendo com que o repasto possa ser saboreado com tempo, e atenção.

Para quem gosta de comer de tudo um pouco, e muito de tudo, então a visita ao buffet de sábado torna-se obrigatória, e depois, se a viagem de regresso for longa, aproveite e durma num dos simpáticos quartos do hotel.

Até ao dia 30 de Junho não se esqueça de levar a sua cópia do OJE ou recorte deste artigo e usufrua de uma oferta extraordinária de 10% de desconto sobre a factura final do restaurante.

Para comentar este artigo ou sugerir temas contacte o autor por gourmet@live.com.pt.

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 13 de Abril de 2010
10% na factura até dia 31 de Maio
Sommer Restaurante
www.sommer.pt
Rua da Moeda, 1-K 1200-275 Lisboa
W 9° 8' 49.6" N 38° 42' 27.97"
Tel. (+351) 226 169 255 / 910 785 558
Email: reservas@sommer.pt

10% na factura até dia 30 de Junho
Restaurante Dona Belinha
www.hotelmeira.com
Rua 5 de Outubro, 56 Vila Praia de Âncora 4910-386 Caminha
W 8º 51' 48'' N 41º 48' 51''
Tel. (+351) 258 911 111
Email: reservas@hotelmeira.com

Texto publicado originalmente no Lifestyle do diário OJE a 5 de Maio de 2010